top of page

Qual é a relação de manter os pés descalços com a saúde da nossa estrutura e postura?

Você já parou para observar os pés de indígenas, ou de pessoas que vivem na praia e caminham bastante descalças? E como nossos pés, de pessoas criadas no estilo de vida moderno e urbano, é diferente? Quantos de nós desenvolvemos joanetes, fascíte plantar, desgastes e/ou dores nos joelhos ao longo da vida adulta?


Sim, nossa postura, a estrutura corporal, é mantida por nossos queridos pés, além da variabilidade de movimentos.


Assim como todo o corpo, os pés carregam diversos músculos na sola que são os responsáveis por manter o arco plantar. Nossa base tem sua função prejudicada por nossos hábitos sociais, desde que somos crianças. Os sapatos tradicionais usados pela maioria das crianças e adultos, por apertarem nossos dedos e não permitirem movimentos com suas rígidas solas, prejudicam o mecanismo natural de absorção de impacto e do amortecimento. Saltos elevados também modificam toda a distribuição de cargas nos pés, sobrecarregando a parte dianteira e a longo prazo diminuindo a mobilidade dos tornozelos e a elasticidade dos músculos posteriores das pernas – panturrilhas. Além disto, a área de representação dos pés no cérebro é semelhante à das mãos. São regiões de muita importância! Por isso ele recebe assim como o tato das mãos, os estímulos e responde a partir dos dados que interpreta. É uma parte importante de exploração e reconhecimento que desenvolve constantemente força muscular e coordenação motora.


A boa notícia é que nunca é tarde para começar a restaurar estas funções e melhorar a saúde dos pés e de sua postura e equilíbrio!


Caminhar e se movimentar de outras maneiras (dança, exercícios físicos, cozinhar, fazer jardinagem, etc) descalço em uma superfície que não machuque os pés, promove a reorganização dos desajustes causados pelos calçados. Melhora a mobilidade das articulações, a força muscular, redistribui as cargas, gerando menos dores crônicas e melhora o circuito neural, tornando os pés um importante “órgão” sensorial. Ao tocar o solo, os pés recebem em suas terminações nervosas informações sobre o solo, que chegam direto no cérebro e estimulam o equilíbrio. Com isso, a postura é corrigida e a tensão reduzida, inclusive aliviando o estresse graças à menor produção de cortisol.

Experimente, pisar na grama, areia, pisos diferentes; todas essas texturas e temperaturas te trarão informações sensoriais essenciais para você.


Caso esteja sofrendo com alguma dor, desconforto, ou queira melhorar sua capacidade do equilíbrio, agende uma avaliação. Além da educação em saúde, durante o tratamento trabalhamos com exercícios específicos e individualizados, além de aliviar as dores através das terapias manuais e com o recurso do Laser, que auxilia no reparo dos tecidos e na diminuição das inflamações.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page